Furúnculos: se não tratados, podem gerar infecção grave

pernasO que é o furúnculo?
O furúnculo está classificado como uma piodermite, ou seja, infecção da pele, que se desenvolve sob um folículo piloso.

Qual é o seu aspecto? Como diferenciá-lo de uma espinha?
Os furúnculos geralmente se desenvolvem em áreas pilosas, particularmente em regiões em que haja atrito, como: coxas, glúteos e axilas. Diferente da acne, que acomete regiões em que haja excesso de oleosidade, como a face e região superior do tronco.

Qual é a prevalência? Acontece mais em homens ou mulheres? Qual faixa etária?
A prevalência é maior no sexo masculino, porém é muito comum nas mulheres também. A faixa etária mais comum é após a puberdade, não sendo muito frequente em crianças.

Quem é mais propenso a desenvolver furúnculos?
Pessoas obesas, com discrasias sanguíneas, em uso de corticoides ou imunossuprimidas estão mais sujeitas a terem furúnculos.

 Quais são as causas do furúnculo? Como ele acontece?
Os furúnculos são causados por bactérias na maioria das vezes Staphylococcus aureus. Essa infecção se dá sob um folículo piloso e evolui formando abscesso (caroço) endurecido e muitas vezes com conteúdo purulento.

Quais são os sintomas?
Eritema (vermelhidão), quase sempre doloroso, tumefação (caroço endurecido) e presença de abscesso com conteúdo purulento. Pode haver febre.

É recomendado espremer o furúnculo? Esse hábito é prejudicial?
A drenagem do furúnculo deve ser feita se ele estiver na fase de abscesso, por um médico após assepsia e antissepsia adequada, pois se feita de forma inadequada pode gerar uma infecção pior, acometendo os tecidos ao lado, e até se disseminar pela corrente sanguínea.

O que é a furunculose?
furunculose é o aparecimento recorrente de furúnculos, devido à colonização de bactérias em nossa pele e em locais como nossas fossas nasais. Isso pode promover infecções repetidas em um mesmo indivíduo. Não há relação fixa com o número de vezes que o furúnculo pode ocorrer, e o fato de que se acontecerem sete episódios a doença não ocorrerá mais é lenda.

Se as bactérias do furúnculo atingirem a corrente sanguínea, o que pode acontecer?
Pode gerar uma sepsemia, ou seja, uma infecção generalizada por esse agente infeccioso que atinge todos os órgãos do corpo e é muito grave, podendo levar o indivíduo à morte.

Como é feito o tratamento do furúnculo?
O tratamento consiste nos cuidados gerais, como a aplicação de compressas mornas e úmidas para induzir a drenagem espontânea dos abscessos, na administração de antibióticos, drenagem cirúrgica dos abscessos e aplicação de mupirocina na pele ao redor das lesões para proteger de infecções essas áreas.

Se não tratado, o quadro pode se agravar?
Sim. Além da dor, a infecção pode acometer tecidos adjacentes e, em casos mais raros, a corrente sanguínea, promovendo a sepse.

Há formas de prevenir os furúnculos?
Por se tratar de uma infecção, manter-se bem nutrido, com a imunidade em ordem, é fundamental para se evitar infecções. O uso indiscriminado de imunossupressores, como os corticosteroides, também favorece seu aparecimento, assim esses devem ser usados somente sob prescrição médica. A obesidade também predispõe à doença, então deve ser tratada.

Dr. Adriano Almeida é especializado em dermatologia, diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo, pós-graduado em medicina estética e professor da pós-graduação da Fundação Pele Saudável. CRM 119415
Compartilhar no G+