Classificados: Ipu Notícias e Netcina estão em parceria para lançar no mercado virtual uma nova opção de compra e venda destinada a lojistas, empresários, corretores, acionistas e consumidores em geral, é a página "Classificados".
VC Repórter! Participe pelo Whatsapp: +5959.8621.8721 - Envie notícias, fotos, áudios e vídeos... WhatsApp: +5959.8621.8721 ou e-mail: Netcina@hotmail.com

Pastor da Assembleia de Deus é filmado fazendo sexo com obreira casada e mãe de 4 filhos

Data: terça-feira, 11 de dezembro de 2012 | Horário: 09:16

Um vídeo de pastor da Assembleia de Deus de Capim Grosso, em Canindé de São Francisco, no Sergipe, em relações sexuais com uma obreira causou grande indignação na comunidade evangélica do Brasil. A Polícia Civil deve investigar o vazamento do vídeo onde um o pastor aparece praticando sexo a fiel. A mulher, de 35 anos, mãe de quatro filhos é casada com um policial sergipano e teria aceito ser filmada em um quarto de um motel, praticando o adultério. Saiba mais detalhes.

O vídeo de 15 minutos foi gravado pelo próprio pastor, mas acabou vazando na internet. As imagens foram espalhadas em celulares e computadores da cidade gerando grande repercussão.

O pastor Manoel Macambira de Brito, o "Dedé" já comandou durante vários anos a igreja localizada no Povoado de Capim Grosso, na zona rural de Canindé do São Francisco, interior sergipano.

Após o vídeo, de 15 minutos – com cenas fortes se sexo –, se tornar público a direção da igreja determinou a expulsão de "Dedé" da congregação. Ao ser procurado na casa onde residia foi descoberto que o agora ex-pastor desapareceu da cidade.

Na década de 90, "Dedé" havia sido preso por tráfico de drogas em cidade de Alagoas. Entretanto, depois de solto ele começou a participar da Igreja Evangélica, onde mais tarde teria se consagrado pastor.


Fonte: Minuto Sertão

SIGA-ME NO TWITTER: @Netcina

COMENTÁRIOS: Para que o seu comentário seja aceito, não use de xingamentos e calunias.

PARTICIPE DO NETCINA: Fale sobre qual assunto você gostaria que fosse publicado.