Vídeo mostra Anderson Silva gritando de dor ao sair de maca. Lesão deixa futuro incerto

Anunciantes do IpuFolia 2016

O ex-campeão fraturou a perna na luta que valia o título mundial. Anderson foi operado neste domingo e deve ter alta até segunda (30).

Anderson Silva fraturou a perna em luta pelo título mundial. Agora, o Brasil pergunta: qual o futuro do Spider? Será que ele vai voltar a lutar?

Anderson foi operado neste domingo (29), e a cirurgia – de aproximadamente duas horas – correu bem. Foi colocada uma haste na tíbia – dos ossos que ele quebrou – para a estabilização do osso. Ele também quebrou outro osso, a fíbula. Anderson está passando bem, foi para o quarto e deve ter alta entre este domingo (29) e segunda.

Las Vegas, terra dos jogos, do entretenimento. A capital mundial das lutas, local da luta mais esperada do ano. O ginásio virou um mini Brasil. “Vai ser um nocaute no máximo no segundo round”, opinava um homem.

Pelo clima, era uma questão de tempo até o favorito Anderson Silva recuperar o cinturão. Noite festiva, cheia de celebridade. “Vim aqui hoje para torcer pessoalmente”, diz Xororó.

“Estou torcendo muito pra ele, muito nervosa e ansiosa pela luta”, revela Sandy.

Nos vestiários, um Anderson determinado e focado suava, enquanto o campeão Cris Weidman, deitado, botava a leitura em dia. Na entrada da luta, Anderson parou. O tempo parou com ele. O ritmo, quem dava era o brasileiro. Entrou e fez tudo o que estava acostumado. A única coisa que mudou em relação aos sete últimos anos foi a posição dele no octógono. Dessa vez, Anderson Silva era o desafiante.

No primeiro round, o campeão mostrou que não seria tão fácil assim. Um soco quase apagou o brasileiro. Anderson se recuperou, foi castigado, mas resistiu. O pior ainda estava por vir.

Anderson voltou melhor no segundo round, mas com 1:13 de luta, um ataque, um chute, e o choque. Ele caiu já gritando de dor. Chris Weidman estava comemorando quando percebeu a gravidade da lesão. Diminuiu a festa, que na verdade acabou.

Anderson Silva, o maior lutador de MMA de todos os tempos quebrou a tíbia e a fíbula. Foi atendido ainda no chão, diante de olhares perplexos. A perna do Brasileiro foi imobilizada. Anderson, que se acostumou a colecionar e comemorar vitórias no octógono, deixou o ringue do UFC de maca, diretamente para a sala de cirurgia, sem o cinturão de campeão mundial e com o futuro totalmente incerto.

Fonte: Fantástico / Vídeo: Netcina

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA. OBRIGADO PELA VISITA!



FAÇA AQUI O SEU COMENTÁRIO NO FACEBOOK

Compartilhar