Corrimento marrom depois da menstruação. O que pode ser?

Durante o mês, o corrimento vaginal passa por sutis mudanças de aspecto. Mas e quando ele fica marrom? Essa mudança drástica chama atenção de muitas meninas e mulheres. Descubra o que o corrimento marrom diz sobre seu corpo.

Corrimento marrom depois da menstruação

O corrimento normal é esbranquiçado, tem um odor bastante característico e não causa coceira nem ardor. Mas em alguns casos ele pode mudar sem que isso represente um problema de saúde.

Se seu corrimento estiver com cheiro forte, procure um ginecologista. 

Depois da menstruação, por exemplo, ele pode ficar amarronzado. Na maioria dos casos, esse é apenas o término do sangramento menstrual.

Isso acontece porque quando o fluxo menstrual é maior, o sangue passa menos tempo no interior da vagina e chega ao meio externo com um tom de vermelho vivo. Nos últimos dias, o volume de sangramento é menor e, portanto, demora mais para sair. Isso faz com que o sangue da menstruação passe por um processo natural de escurecimento e dê ao corrimento um tom amarronzado.

Em alguns casos, isso pode ocorrer durante os dias em que a mulher está menstruada, caracterizando a menstruação borra de café.

Corrimento marrom por muitos dias

O ginecologista Edilson Ogeda, do Hospital Samaritano, de São Paulo, explica que o corrimento amarronzado é comum a menos que ele se prolongue. Se você notar que o corrimento marrom continua por mais de uma semana, procure um ginecologista.

Pode ser gravidez?

Em alguns casos, um sangramento fora de hora pode indicar que houve fecundação. 

Quando o embrião se implanta na parede do útero – ou seja, a mulher engravida – uma das possíveis consequências é o aparecimento de uma secreção vaginal de tom mais avermelhado, parecido com a menstruação. A tonalidade costuma ser diferente da coloração do corrimento após a menstruação. Todavia, se houver alguma dúvida, o ideal é fazer um teste de gravidez.

Odor forte

Se, além da alteração de cor do corrimento, você notar um cheiro mais forte ou diferente do normal, procure um médico. É possível que exista alguma infecção ou doença ginecológica.

Fonte: Bolsa de Mulher

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+