Em NY, FHC fala em risco de Brasil perder o que conquistou, "sem ele"

A uma plateia de 1.200 pessoas reunidas em um jantar de gala na terça-feira (12), em Nova York, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que os avanços construídos no Brasil a partir da Constituição de 1988 pareciam "desfazer-se no ar" nos últimos anos.

Defendendo que o País se guie por "uma lanterna na proa, e não na popa", o tucano disse esperar que os caminhos percorridos até hoje "não se percam".

o tucano fez uma alusão ao bordão usado pelo petista Luiz Inácio Lula da Silva e disse que essa "construção" de décadas foi feita por gerações e não permite que se diga "nunca neste País antes de mim fez-se tal e tal coisa”; "Um país não se constrói senão pondo tijolo sobre tijolo, obra de gerações."

FHC foi um dos dois homenageados em jantar oferecido no hotel Waldorf-Astoria pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos em Nova York. Desde 1970, a entidade dá o prêmio Pessoa do Ano a um brasileiro e a um americano que atuaram pela melhoria nas relações entre os dois países. O outro homenageado foi o ex-presidente Bill Clinton, cujo mandato coincidiu com grande parte do governo do tucano que para muitos era "capacho" de Bill Clinton.

FCH estava acompanhado por uma comitiva que incluiu os senadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, além do ex-senador José Sarney (PMDB), FHC também fez críticas à política econômica adotada após a crise mundial de 2008.

Opinião (Por Paula Souza)

A maior conquista do Brasil a 12 anos foi se livrar do PSDB. FHC pegou de Itamar Franco, o substituto de Color que a direita brasileira matou antes da hora e apagou da história do Brasil, um país com índices caminhando para o positivo, um país em recuperação e com uma esperança.

FHC destruiu o pouco avança que Itamar conseguiu, conquistou miséria, fome, desemprego, juros altos, ser refém do FMI, inflação de dois dígitos, corrupção da privataria tucana, justiça leniente com corruptos, inventou o Engavetador-Geral da República para engavetava todos os inquéritos, Polícia Federal que sofria de inércia, pois não prendia ninguém.

Será que são dessas conquistas que FHC está falando? Porque o Brasil de hoje quem conquistou foi o PT que acreditou no brasileiro, no mercado nacional, investiu no país e fez a sociedade acreditar que ela era capaz e que seu país sempre foi rico, hoje só não reconhece isso quem é preconceituoso ou quem vivia da política do cultivo de miseráveis no Brasil.

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+