Fifa notifica Conmebol, e Neymar pode cumprir suspensão nas Eliminatórias

Confederação Sul-Americana anuncia que suspensões pendentes da Copa América serão cumpridas nas Eliminatórias: Brasil tem que vencer Paraguai para livrar Neymar.

A Fifa enviou um comunicado à Conmebol nesta terça-feira. Nele, determinou que as suspensões que ficarem pendentes após a Copa América deverão ser cumpridas nas próximas partidas oficiais das respectivas seleções em uma competição organizada pela Fifa. Ou seja, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Isso significa que Neymar poderá desfalcar o Brasil no início do torneio considerado o mais importante do ciclo pelo técnico Dunga.

O diretor de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, confirmou que foi avisado pela Conmebol sobre essa determinação. O atacante ainda tem três partidas a cumprir das quatro aplicadas como suspensão pela expulsão e os atos de indisciplina após a derrota por 1 a 0 para a Colômbia.

Isso significa que se o Brasil perder para o Paraguai no próximo sábado, será eliminado da Copa América com mais dois jogos pendentes de punição a Neymar, que seriam cumpridos, por determinação da Fifa, nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias, disputadas em outubro. Adversários e datas serão definidos em sorteio realizado no fim de julho com base no ranking da Fifa, atualizado após a Copa América.

Se a Seleção vencer os paraguaios, esse risco estará afastado, uma vez que haverá, necessariamente, mais dois jogos a serem disputados no Chile: a semifinal e a final ou a decisão do terceiro lugar. Em resumo: depende de uma vitória no próximo sábado a presença de Neymar nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias.

Inicialmente, o Tribunal Disciplinar da Conmebol informou que a punição só valeria em torneios organizados pela entidade. Foi a versão dada pelo boliviano Alberto Lozada imediatamente após o julgamento de Neymar e do colombiano Carlos Bacca, que foi suspenso por dois jogos. Ou seja, se restasse algo da atual Copa América, seria cumprido no ano que vem, na edição especial de centenário que está marcada para os Estados Unidos.

A Fifa determinou à Conmebol que o parágrafo segundo do artigo 38 de seu Código Disciplinar se sobrepõe ao artigo 112 do Regulamento Disciplinar da entidade sul-americana, que fez uma consulta sobre as suspensões. Pelo fax, assinado pelo secretário da comissão disciplinar, Marc Cavaliero, a Fifa foi consultada pela Confederação Sul-Americana de Futebol, o que deixa claro que ela anunciou sem ter certeza.

A informação foi repassada às confederações nacionais por Hugo Figueiredo, diretor de competições da Conmebol.

Fonte: G1

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+