Foto mostra ataque de leoa a editora de 'Game of Thrones', diz jornal

O engenheiro sul-africano Ben Govender, de 38 anos, tirou uma foto segundos antes de uma leoa atacar a editora de efeitos especiais Katherine Chappell, de 29 anos, que fazia um safari em um parque nos arredores de Johanesburgo, na África do Sul, no dia 1/6, de acordo com reportagem publicada no site do Jornal "Daily Mail"

Segundo o jornal, Govender estava no carro logo atrás de Chappell, que trabalhava na série "Game of Thrones", e registrou quando a leoa se aproximou da janela do carro, que estava aberta, e pulou no banco de trás para atacar a americana.

Govender disse que, após a leoa se aproximar, ela se levantou "sem aviso" e atacou Chappell, e pouco depois "se afastou do carro com sangue pingando de sua boca e de sua pata". O sul-africano disse que o animal fez uma segunda investida, antes de fugir com a chegada de guardas florestais. 'Não é ocorrência comum'

"Ambulâncias foram ao local imediatamente, mas já era tarde demais", disse à rádio 702 Scott Simpson, diretor do parque. "Essa não é uma ocorrência comum", acrescentou. Katherine Chappell e outro turista americano passeavam pelo parque com as janelas abertas. Ele ficou ferido ao tentar ajudá-la.

Pierre Potgieter, de 66 anos, que trabalha como guia e que acompanhava Katherine, disse que sofreu vários ferimentos e um ataque cardíaco ao tentar salvar a turista.

O guia, segundo o jornal, alega que Chappell abriu a janela "por conta e risco", e que a leoa a atacou mesmo com seus esforços para tentar desvencilhar o animal da turista.

O parque onde ocorreu o incidente se defendeu, e disse que os visitantes são orientados a não abrir as janelas, e que a leoa responsável pelo ataque não será sacrificada.

Neste domingo (7), foi realizado o funeral de Katherine na cidade de Rye, no estado de Nova York (EUA). Segundo o site da revista "Variety", Chappell estava na cidade para uma missão de voluntariado que pretende proteger a vida selvagem da África do Sul. Além de "Game of thrones", ela editou filmes como "Godzilla", "Capitão América: O Soldado Invernal", "Noé" e a "A Vida Secreta de Walter Mitty".

Jennifer Chappel, irmã da vítima, falou sobre a morte. "Nós não temos como agradecer a todos o suficiente pelas amáveis palavras e apoio. Isso significa muito para nós durante este momento difícil. A energia e paixão dela não pôde ser contida por continentes e oceanos. Ela era muito querida e compartilhou seu amor pela vida com aqueles que conheceu", escreveu no Facebook.

Fonte: 
Daily Mail

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+