Gêmeas de 103 anos morrem com apenas um mês de diferença

A sensação de ter um irmão gêmeo é algo que… Só gêmeos sentem. A cumplicidade tão falada e a vida inseparável foram colocadas à prova por Glenys Thomas e Florence Davies, as gêmeas idênticas mais velhas do mundo. As duas morreram, aos 103 anos, com menos de um mês de diferença.

Glenys morreu no dia 23 de abril, enquanto Florence se foi no dia 20 de maio. As duas moravam na mesma rua, eram vizinhas e até construíram uma porta que ligava a cozinha de suas casas para facilitar o contato. Elas só deixaram as casas que moraram a vida toda para irem para uma casa de repouso — juntas, é claro.

“Elas tiveram uma vida bastante simples, nunca viajaram para fora do país e eram sempre as mais felizes quando estavam juntas. A conexão delas foi realmente duradoura e verdadeira por toda a vida. O fim só deixou isso mais claro ainda”, afirmou Gwenda Stacey, de 65 anos, filha única de Glenys.

Nos últimos meses de suas vidas, já na casa de repouso, Glenys e Florence sofriam da mesma demência, que as fez perder a memória de tudo e o contato com todos. A única coisa que restou para elas foi uma a outra. Mesmo com todas as dificuldades, elas ainda se reconheciam e chamavam uma pela outra no local onde passaram seus últimos dias.

Fonte: Uol

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+