Ipu (CE): Ao Diário do Nordeste, Sérgio Rufino fala sobre o Parque da Bica e turismo

O desenvolvimento do turismo integrado na região da Serra da Ibiapaba vem sendo pauta de discussões e solicitações cada vez mais constantes entre as prefeituras da região. Como uma das portas de entrada para o destino, Ipu busca a viabilização do Parque da Bica e vem se tornando alvo de investimentos, como a Usina de Biomassa que deve se instalar no Município.

O mês de maio foi movimento para gestores e empresários da Chapada da Ibiapaba. De reuniões na Assembleia Legislativa até visita de empresários para Parcerias Público Privadas (PPPs), os municípios que compõem a Serra Grande estiveram no foco das discussões sobre educação, com a implantação da Universidade Federal da Ibiapaba, emprego e renda, com as instalações de novas indústrias, e turismo integrado.

Parque da Bica de Ipu

De acordo com o prefeito de Ipu, Sérgio Rufino, um dos projetos que foram discutidos foi a implantação do Parque da Bica do Ipu, que foi iniciado em 2010, numa gestão anterior à sua, e entregue somente com 15% das obras concluídas.

"Nós precisamos que esse projeto seja concluído, pois a Bica é nossa principal atração turística e responsável pela atração de quase todas as visitas que recebemos. Quando ela tem água, há turismo e, por consequência, emprego e renda. Quando está seca, boa parte dos moradores que têm comércios, pousadas e lojas sentem a queda na economia local", destacou ele.

A Bica do Ipu é uma das grandes atrações, mas ainda carece de infraestrutura

Uma possível saída que o prefeito encontrou para finalizar o projeto foi uma proposta de Parceria Público Privada (PPP) para que seja feita, inclusive, com a implantação de um teleférico. "Empresários já visitaram a Bica (Veja Aqui) e estudos foram feitos demonstrando que o bondinho será o modelo de teleférico ideal a ser aplicado aqui. Logo mais teremos mais visitas com o governo do Estado para discutir a ideia", citou o prefeito.

Para Sérgio, a Chapada da Ibiapaba, hoje reconhecido destino turístico, deve receber mais atenção para seu potencial. "Nós, os prefeitos da região, queremos um turismo integrado e ecológico, que vá da Bica de Ipu até Viçosa do Ceará, mostrando todo o potencial do nosso povo. Temos uma estrutura forte na rede hoteleira para esse desenvolvimento", destacou. A Bica do Ipu é uma das grandes atrações, mas ainda carece de infraestrutura.

Desenvolvimento da Serra Grande ou Serra da Ibiapaba

Entre os destinos da Serra Grande mais procurados estão a Bica do Ipu; o Parque Nacional de Ubajara; o Santuário Nossa Senhora de Fátima e o cultivo de Flores em São Benedito; as pistas de voo livre em Tianguá; e também o sítio histórico de Viçosa do Ceará.

Mas ainda existem alguns problemas a serem superados na região, como lembra o presidente do Conselho de Desenvolvimento Regional da Ibiapaba (Conderi), Glauber Augusto Sousa, como a falta de dinheiro em caixas eletrônicos.

"Sabemos que ainda somos uma região predominantemente agrícola e que o turismo ainda está engatinhando, mas o potencial é imenso e deve ser trabalhado", afirmou.

Outros desafios a serem vencidos são a reforma do Bondinho de Ubajara, a duplicação da CE-187, e até a instalação de uma unidade do Instituto Médico Legal (IML) na região, que hoje é atendida por Sobral.

Segundo a gerente do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur), Riana Rocha, diversos investimentos vêm sendo realizados para a interiorização do turismo, principalmente nas regiões serranas como Ibiapaba e Maciço de Baturité.

"Queremos promover as regiões serranas em unidade com a natureza. Hoje o Ceará é muito reconhecido por suas praias, que atraem, mas são outros destinos, como as serras, que garantem a permanência", disse. "Sobre a CE-187, ela será alargada, e não mais duplicada", finalizou.

Usina Verde

A Usina de Biomassa a ser instalada no município de Ipu (Veja Aqui) faz parte da etapa de novos investimentos do grupo Usina Cariri S/A, que incorpora também a usina de cana-de-açúcar de São Benedito, na Ibiapaba; o Parque de Tancagem e Armazéns de São Gonçalo do Amarante, no litoral; e a ampliação e modernização da Usina de Açúcar de Barbalha, no Cariri. O empreendimento de Ipu será o primeiro do segmento do Ceará.

A usina deve ser erguida na área rural daquele Município, onde beneficiará todo o bagaço da cana a ser moída em São Benedito. Ela tecnologia é para desidratar e prensar o bagaço da cana que, assim, ganhará um poder calorífico similar ao do carvão mineral.

De acordo com o sócio e diretor comercial da Usina Cariri S/A, Henrique Paulo Santana, essa se caracterizará por ser uma usina verde.

Antigo Projeto da Bica do Ipu

Com valor total de R$ 26.943.141,39, o Parque da Bica do Ipu recebeu verba da Prodetur, em 2010, e tinha prazo de entrega de 18 meses, na gestão do então prefeito Sávio Pontes. Passado o prazo, menos de 15% da obra havia sido entregue e o escândalo, com suposto desvio de mais de R$1 milhão, os recursos foram bloqueados e as obras, paralisadas até hoje. Com o Parque, o município esperava um desenvolvimento no turismo e economia em nível nacional.

Mais informações:
Conselho de Desenvolvimento Regional da Ibiapaba (Conderi) - Telefone: (88) 9640-0944
Prefeitura de Ipu - Telefone: (88) 3683-3685
Secretaria de Turismo do Ceará (Setur) - Telefone: (85) 3195-0200
Jéssyca Rodrigues - Colaboradora
Diário do Nordeste

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+