Ipu (CE): Secretário Raimundo José fala sobre as denúncias da vereadora Efigênia

Na sessão extraordinária do Legislativo da última sexta-feira (12), a vereadora Efigênia Mororó (Pros) fez vários questionamentos a respeito de sua denúncia protocolada no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Segundo a edil acredita, houve uma ilicitude na forma que foi conduzida a licitação de uma reforma ocorrida em meados de 2013, no Ginásio Coberto Abdoral Timbó, Licitação nº 01150513CCSEJU conforme modalidade de *"Carta Convite" ocorrida em 15/05/2013, cuja empresa vencedora foi a empresa Cardoso Construções e Serviços Ltda-ME, com o valor de R$ 68.919,33, cujo teor diz:

"Valor que se empenha para fazer face as despesas com contratação de empresa em regime de empreitada por preço global, para execução dos serviços de reforma do Ginásio Poliesportivo Abdoral Timbó, pintura e reparos no Estádio Municipal Antônio Pereira de Farias neste município, conforme contrato em anexo" (Clique Aqui). A edil não concordou com a justificativa do Secretário de Administração e Finanças, Sr. Raimundo José.


Na ocasião, o vereador líder do prefeito na bancada do Legislativo, Carlos Amarante questionou a vereadora Efigênia, segundo ele, (..) "eu acho demagogia nobre colega, Vossa Excelência está mostrando que o telhado estava caindo, pelo que mostrou as fotos, belíssima reforma, quem foi que ganhou, talvez não foi você que ganhou, mas o povo desportista ganharam, estão satisfeito, porque foi consertado o teto, o piso está apto para a prática esportiva de uma maneira descente, então eu acho muita incoerência de vossa excelência, vamos deixar de demagogia", afirmou o vereador Carlos Amarante.

Por outro lado, a vereadora respondeu ao vereador Carlos Amarante, segundo a edil (..) "quanto a reforma, eu não achei ruim não, é para fazer mesmo, agora quanto aos documentos, é que deveria ter ido tudo bonitinho, direitinho, agora se erraram no documento, porque não botaram logo de início quando mandaram o documento, que era uma limpeza, botaram que era reforma, tinha que ter licitação, eu vim para a denúncia dentro do erro", disse a vereadora Efigênia Mororó.

Após os questionamentos feitos, o redator do Portal de Notícias Aconteceu Ipu, Afrânio Soares, procurou ouvir a parte citada na Tribuna, o Secretário de Administração e Finanças Raimundo José Aragão Martins.

Em entrevista, o secretário traz todas as informações cabíveis desta denúncia da edil. Acompanhe agora a entrevista com o secretário e a documentação do que foi realmente pago pelo Governo Municipal, a forma da modalidade de Licitação "Carta Convite" e estorno de pagamento.

*"Carta Convite" é a modalidade de licitação utilizada para contratações de menor vulto, ou seja, para a aquisição de materiais e serviços até o limite de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais), e para a execução de obras e serviços de engenharia até o valor de R$ 150.000,00 (cento e cinqüenta mil reais).

Vale ressaltar que as obras no Ginásio Coberto de Ipu não atingiram nem a metade do valor permitido, ou seja, tudo feito dentro da legalidade e a denuncia não passa de mais uma dentre outros infundadas da nobre vereadora.


Confira a entrevista com o secretário Raimundo José


Áudios dos questionamentos feitos na Tribuna da Câmara - 12/06/2015

Confiras a Nota de Empenho, Pagamento, Estorno e outros documentos
Com informações do Blog Aconteceu Ipu

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+