Mulher grávida, portadora da síndrome de PICA, sente desejo por sabão

É cientificamente provado que a gravidez pode desencadear alguns desejos estranhos nas mulheres, mas uma britânica elevou isso a outro patamar.

Jess Gayford, de 26 anos, no oitavo mês de sua gravidez do segundo filho, não consegue parar de comer barras de sabão e sabonete líquido.

A inglesa, de Bristol, diz que tudo começou quando ela sentiu um desejo incontrolável de lamber um barra de sabonete. Agora, ela consome até duas garrafas de sabonete líquido por semana.

Jess, que tem um filho de cinco anos de idade, e é casada com Lee Trimby, de 31 anos, explicou que o desejo não foi provocado por algo específico, mas "apareceu do nada".

Embora Lee tenha ficado preocupado com os efeitos do consumo de sabão de Jess, principalmente com a saúde do bebê, ele informou-se de que o consumo não iria prejudicar a sua filha.

"Na minha primeira gravidez eu queria comer feijão e queijo, mas nada tão estranho assim”, revelou Jess. Acredita-se que ela possa ter sido afetada pela síndrome de PICA, na qual a pessoa sente o desejo insaciável de comer produtos não consumíveis, tais como terra, objetos ou, no caso, sabão.

Afetando principalmente crianças e mulheres grávidas, a condição pode ser causada por alterações hormonais e deficiências. As alterações hormonais durante a gravidez, inclusive, podem ter um enorme impacto sobre o paladar de uma mulher.

O que é a síndrome de PICA?

É um distúrbio alimentar caracterizado pelo desejo de comer coisas impensáveis, com nenhum valor nutricional. Já foram registrados casos de pessoas que consomem, diariamente, sabão em pó, detergente, tijolos, terra, pedras, barro, plástico, sacolas de supermercado, fraldas descartáveis, etc.

Existem enormes perigos em comer objetos, especialmente se forem pontiagudos. Além disso, o consumo constante pode provocar entupimentos em partes dos intestinos, o que em último grau, pode ser fatal.

Fonte: Mirror

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+