Peixes aparecem mortos no açude Castanhão, no Médio Jaguaribe

Criadores de peixes do açude Castanhão - uma das principais fontes de abastecimento hídrico do Ceará - foram surpreendidos por registros de mortandade no reservatório.


Ontem, circularam fotos nas redes sociais mostrando pilhas de peixes mortos acumulados nos arredores do açude. As causas ainda não foram definidas. Hoje, o Castanhão, na Bacia do Médio Jaguaribe, tem 20,01% do volume total.

O reservatório, segundo informações divulgadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), tem criação intensiva de tilápia em tanques-rede. Em 2014 foram produzidos 12.901.400 quilos de pescados. A tilápia, o tucunaré, o curimatã comum, a traíra e o camarão são destaques na produção - conforme nota do site do Dnocs.

As imagens chocaram quem depende do reservatório. Edvando Feitosa, presidente da Associação dos Criadores de Tilápia do Castanhão (Acritica), diz que o fenômeno afetou principalmente os produtores “que ficam próximos das válvulas que soltam água do leito. Não sabemos a causa ainda, mas o prejuízo foi grande”.

Em nota, a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) informou que “fará uma visita ao local para levantar as informações e fazer um diagnóstico da causa da mortandade”. Procurada pelo O POVO, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) afirmou que vai enviar uma equipe ao local para análises.

Fonte: O Povo

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+