Adolescente condenado por estupro coletivo é espancado até a morte em sua cela

Um dos adolescentes condenados por estupro coletivo em Castelo do Piauí foi morto na madrugada desta sexta-feira dentro de sua cela no CEM (Centro Educacional Masculino), em Taperu, Teresina, capital piauiense. 

Gleisom Vieira da Silva tinha 17 anos e estava internado para cumprir privação de liberdade por três anos.

De acordo com relatos, Gleisom estava em uma cela com outros três menores quando eles começaram a discutir. Os outros internos, então, atacaram e espancaram o adolescente até a morte. Segundo Antônio Lopes, juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude de Teresina, os três menores acusados pelo assassinato também fizeram parte do estupro coletivo.

“Mataram o adolescente quase da mesma forma da violência contra as quatro adolescentes, que foram violentadas e espancadas. Ele sofreu afundamento de crânio”, afirmou Lopes em declaração após ser constatada a morte do menor no CEM.

Gleisom é o adolescente responsável por ter seu depoimento filmado no local do crime, no qual ele conta com detalhes como aconteceu o estupro. Segundo agentes do CEM, os outros três menores estavam com raiva dele por conta da gravação. Anderlly Lopes, diretor de atendimento socioeducativo da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania, afirmou que os outros menores confessaram o assassinato.

“Os menores manifestaram interesse em permanecer juntos e, segundo o diretor da unidades, eles estavam unidos, mas nós não imaginávamos que eles pudessem brigar uns com os outros e terminar nessa situação. O adolescente foi socorrido e chegou a ser retirado com vida do local, mas veio a falecer”, explica Henrique Rebelo, secretário de Assistência Social e Cidadania do Piauí.

Fonte: Yahoo

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+