Canindé (CE): Santa Casa tem divida de mais de R$ 13 milhões e pode fechar

Durante visita ao município de Canindé, o deputado federal Danilo Forte (PMDB) ouviu de representantes da Sociedade Hospitalar São Francisco de Canindé o apelo para ajudar o órgão, responsável pela administração da Santa Casa do município.

Segundo o presidente Johannes Sanning, a instituição tem débitos mensais de R$ 300 mil ao mês. O acúmulo de débitos impõe uma dívida que ultrapassa os R$ 13 milhões, deixando a instituição apreensiva e temerosa por um colapso-administrativo.

A presidência da Sociedade Hospitalar alega que desde 1996 não houve atualização nos valores da tabela do SUS, que está inviabilizando a gestão financeira das inúmeras Santas Casas de Saúde pelo País. Além disso, corre na Justiça uma ação para fins de recolhimento do FGTS, com valor aproximado de meio milhão de reais. A instituição alega não obter recursos, caso seja condenada a pagar a dívida.

“Solicitamos seus préstimos no sentido de disponibilização de recursos imediatos para o custeio hospitalar, atualização da tabela SUS e incremento financeiro no Incentivo a Contratualização (IAC)”, explicou Jahannes ao parlamentar cearense.

Depois de ouvir as demandas, o deputado Danilo Forte alegou que levará a reclamação ao governador do Estado, Camilo Santana, para tentar evitar o fechamento da Santa Casa de Canindé. “Não podemos permitir que este importante município, referência para esta região do estado, e os municípios de Caridade, Paramoti, Itatira, Madalena e Boa Viagem, veja seu aparelho de saúde fechar por acúmulo de dívidas. O poder público tem que agir nessa situação”, disse o peemedebista.

Saiba mais


A Sociedade Hospitalar São Francisco de Canindé é responsável pelo Hospital Regional São Francisco, Lar São José (para idosos), Casa da Mamãe (para poio de mulheres em período de latência ao parto e pós parto), CAPS e Santa Casa de Paracuru.

Fonte: Revista Central

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+