Grupo de homens espanca e violenta 2 jovem; Uma morta a pauladas e jogada numa cisterna

Um crime brutal, descoberto na manhã desta quinta-feira (2), deixou chocada a população da cidade de Capistrano, no Maciço de Baturité (a 111 Km de Fortaleza). Duas jovens foram atacadas por um grupo de homens, espancadas, violentadas sexualmente e uma delas assassinada a pauladas e seu corpo ocultado numa cisterna.

As duas jovens, sendo uma adolescente e outra já adulta, residentes na cidade de Baturité, teriam ido a Capistrano passear e teriam sido seqüestradas na noite de quarta-feira por um grupo de homens que ocupavam um veículo Gol branco.

Levadas para fora da cidade, teriam sofrido torturas e estupradas. Uma delas, uma adolescente, conseguiu fugir do local. A amiga não teve a mesma sorte. No começo da manhã, a Polícia foi avisada do caso e deu início às investigações, A menor, socorrida ao hospital da cidade, deu pistas sobre o local onde poderia estar a amiga.

Depois de várias horas de diligências, os policiais chegaram à comunidade de Pedreira e localizaram o corpo da mulher, identificada apenas por Luciana, ocultado em uma cisterna cheia d’água.

O corpo foi encaminhado à Fortaleza para ser examinado na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e a Polícia continua nas buscas aos criminosos.

Outro caso

Já na localidade de Cristalina, no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), o corpo de uma mulher, aparentando cerca de 25 anos, foi encontrado no começo da noite de quarta-feira. A Perícia comprovou que ela foi assassinada com vários tiros. A vítima não foi, ainda, identificada.

Balanço

Com estes dois registros, subiu para 151 o número de mulheres assassinadas no Estado do Ceará somente neste ano. Em junho, foram registrados 29 casos, sendo 13 na Capital, 8 na Região Metropolitana de Fortaleza e mais 8 no Interior.

Preso o grupo que sequestrou e estuprou duas garotas, assassinando uma delas na cidade de Capistrano


A Polícia esclareceu completamente o caso de duas jovens que foram seqüestradas, estupradas e uma delas assassinada, tendo seu corpo sido ocultado em uma cisterna. Depois de horas de diligências ininterruptas, policiais civis e militares detiveram todo o grupo responsável pelos crimes na cidade de Capistrano, na Região do Maciço de Baturité.

Dois adultos e três adolescentes participaram do crime, conforme as investigações. Ainda durante a madrugada, equipes das PM capturaram um dos adultos e um adolescente. No decorrer do dia, novas pistas foram sendo colhidas e os demais acabaram sendo também localizados naquele mesmo Município.

Sebastião Pinto de Almeida, 27 anos, teria, segundo as informações da Polícia, comandado o brutal assassinato da jovem identificada como Luciana Nogueira de Brito. Ela, juntamente com a amiga, uma adolescente (identidade preservada), saiu de Baturité para ir se divertir na cidade de Capistrano. Teriam sido levadas pelo grupo em um veículo Gol branco até o bairro Pedreira, próximo ao Centro da cidade, onde ocorreu o estupro, torturas e o assassinato de Luciana, seguido de ocultação do cadáver numa cisterna.

Revolta

Além de Sebastião e de outro jovem identificado como John Lennon, três adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, participaram do caso. Todos foram autuados em flagrante e agora estão à disposição da Justiça. Por medida de segurança, o grupo foi transferido de Capistrano para a Delegacia Regional de Polícia de Baturité, de vez que o clima na cidade ainda é de muita revolta. O corpo de Luciana foi sepultado na manhã desta sexta-feira.

Fonte: Blog do Fernando Ribeiro

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+