Ipu (CE): "Eu queria vir da situação para oposição, para ensinar a vocês como se faz oposição"

A bancada de oposição no legislativo ipuense já acumula diversas derrotas, junto ao Tribunal de Contas dos Município (TCM), pois os vereadores de oposição têm perdido seus tempos com denuncias infundadas contra a gestão Respeito e Transparência, e isso levou ao líder do prefeito, na última sessão, a dizer: "Eu queria vir da situação para oposição, para ensinar a vocês como se faz oposição", vereador Carlinhos da Várzea.

Leia também: Vereadores de oposição acumulam derrotas no TCM com denuncias infundadas.

O vereador Antônio Carlos Amarante (Pros), líder do executivo no legislativo de Ipu, na última sessão de encerramento do 1º semestre do corrente ano, fez duras críticas às denúncias de sua colega vereadora oposicionista, Efigênia Mororó (Pros). Segundo Carlinhos, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) tem negado cinco vezes, literalmente, as infundadas denúncias que a vereadora tem feito ao Governo Municipal de Ipu, à frente o prefeito Sérgio Rufino (PCdoB).

Segundo o vereador: (..) "As denúncias infundadas ditas pelo TCM, caracteriza que a sua assessoria não está sabendo conduzir as denúncias ou é o TCM que está errado? Ou será que é o colegiado?.... Ou é com certeza as paixões exacerbada da política da vereadora no nosso município!.... Considero nobre colega, a importância de uma oposição nos destinos da condução da democracia deste país, oposição construtiva, mas não uma oposição "cega", diante de várias denúncias, e o TCM sempre negando e não dando provimento, eu, com certeza, minha nobre colega vereadora, eu pelo menos deixava o "caldo esfriar" pra vim aqui neste microfone e fazer nova denúncia, mas está no direito de vossa excelência", detonou Carlinhos da Várzea do Giló.

Acompanhe agora o discurso completo do vereador Carlos Amarante, com imagens do Portal Aconteceu Ipu - Afrânio Soares.



GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+