O que acontece quando o mundo todo pode postar em um perfil do Facebook?

Há alguns dias o artista e escritor Joe Veix resolveu fazer um experimento: ele abriu uma conta do Facebook para qualquer um que gostaria de postar nela. A ideia era ver o que a internet livre pode fazer com um perfil.


Bom, uma hora após ele colocar a conta no ar, alguém mudou a senha e o login e impediu que outras pessoas logassem. Veix resetou a conta e a liberou novamente. A primeira ação de alguém foi mudar o nome do perfil de “John Smith” para “Maximillien Manning”.

Depois as fotos de capa foram mudando - várias vezes. Muitas páginas começaram a ser curtidas pelo perfil de "Max" (322), assim como inúmeros amigos foram adicionados. Max teve um filho com seu criador, Joe, e disse que as cabras do Estado Islâmico eram sexy.

Aí a foto do perfil foi mudada para o logo do Taco Bell e o trabalho de Max para 'atendimento ao consumidor'. E pessoas levaram a sério.

No momento a conta é bastante popular - e tudo começou com o círculo de amigos de Joe e se popularizou graças ao algoritmo do Facebook.

Joe estendeu o projeto para o Instagram e o Twitter. Enquanto o negócio não colou no Instagram, Veix descreveu o Twitter de Max como uma espécie de 4chan, com várias imagens bizarras. A conta foi fechada depois que alguém resolveu usar o perfil para perseguir uma adolescente.

A conclusão? "Se usarmos as ferramentas das redes sociais de forma diferente, podemos ter conteúdo interessante, apesar das ideias corporativistas por trás das plataformas", afirmou Veix ao Buzzfeed.

Fonte: Galimeu

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+