Prefeito que sobrevoava invasão e jogava bombas morre em desastre

Duas pessoas morreram na queda de uma aeronave na tarde desta terça-feira (14) em Tumiritinga, na Região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. O prefeito do município de Central de Minas, Genil Mata da Cruz (PP), de 39 anos, estava no avião junto com um funcionário particular, identificado apenas como Douglas, de 28 anos.

O 8º Comando Regional da Polícia Militar informou que o avião sobrevou um acampamento conhecido por conflitos recentes entre integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) e fazendeiros.

De acordo com o MST, o prefeito jogava bombas caseiras nos barracos. Funcionários da prefeitura dizem que o avião foi abatido a tiros. Mas a perícia ainda não confirmou nenhuma versão para o conflito fundiário.

A moradora da ocupação, Neurilane de Souza Alves, de 35 anos, afirmou que duas aeronaves começaram a sobrevoar a fazenda no fim da tarde. "Elas sobrevoaram por aproximadamente uma hora o acampamento jogando bombas de coquetel molotov sobre as casas. Durante a ação, uma delas caiu e a outra foi embora", disse, conforme relato do Estado de Minas. Um militar que esteve no local disse que uma das asas da aeronave se quebrou antes da queda.

Fonte: Brasil 247

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+