Youssef: "Estou sendo intimidado por um deputado, 'pau mandado' de Cunha"

Após o consultor Júlio Camargo, ex-prestador de serviços às empresas Toyo Setal e Camargo Corrêa, afirmar à Justiça Federal (Veja Aqui), na tarde desta quinta-feira (16), em Curitiba, que foi pressionado e tem medo do presidente da Câmara, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o doleiro Alberto Youssef afirmou, também no mesmo dias que é vítima de intimidação por parte de um 'pau mandado de Cunha'.

O doleiro Alberto Youssef, que é considerador por muitos uma peça fundamental nas investigações da Lava Jato, afirmou nesta quinta-feira (16), em depoimento à Justiça Federal no Paraná, que está sendo vítima de intimidação por um deputado federal que integra a CPI que investiga os supostos desvios de dinheiro da Petrobras.

Youssef não chegou a mencionar o nome do parlamentar, mas se referiu a ele como um "pau mandado" do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

"Sim, eu venho sofrendo intimidação perante as minhas filhas, perante a minha ex-esposa, por uma CPI coordenada por alguns políticos e que inclusive o nome de um deles foi mencionado aqui por mim", disse Youssef em depoimento gravado em vídeo perante o juiz Sérgio Moro.

"E eu acho isso um absurdo, eu como réu colaborador quero deixar claro que eu estou sendo intimidado pela CPI da Petrobras por um deputado, pau mandado do senhor Eduardo Cunha", completou.

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+