Deputado preso por não pagar pensão preside sessão na Assembleia

A Assembleia Legislativa do Tocantins teve pela primeira vez nesta terça-feira, 11, uma sessão ordinária presidida por um parlamentar que está privado da condição de liberdade.

O deputado estadual Mauro Carlesse (PTB), que está preso na Assembleia por determinação da Justiça desde o dia 31 de julho, presidiu parte da sessão da Casa, após a ausência do presidente Osires Damaso (DEM) e da primeira-vice presidente, deputada Luana Ribeiro (PR).

Mauro Carlesse está preso em seu gabinete por não pagar R$ 50 mil a título de pensão à ex-esposa. Na semana passada conseguiu autorização do juiz titular da Vara de Precatórias Civeis, Falências e Concordatas, Agenor Alexandre da Silva, para participar das sessões. Após a sessão, o parlamentar precisa voltar para o seu gabinete, que está sob guarda da Polícia Militar.

O deputado pagou R$ 5.656,82 de pensão no último mês, porém a Justiça teria entendida que o valor ideal da pensão é de R$ 50 mil, conforme demanda da ex-esposa. Carlesse disse que não tem condições de pagar uma pensão no valor de R$ 50 mil e avaliou como um exagero em comparação ao seu salário (R$ 25.322,25).

Com informações do Jornal do Tocantins
Tocantins 247

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+