Dilma repudia 'vale-tudo' na política e critica aposta no 'quanto pior, melhor'

Durante um discurso em evento de entrega de casas do 'Minha Casa Minha Vida' em São Luís, no Maranhão, a presidente Dilma Rousseff (PT), na manhã desta segunda-feira (10/08) fez um apelo contra o que ela chamou de "vale-tudo" para atingir "qualquer governo, seja federal, estadual ou municipal".

Dilma falou sobre a crise mundial que atualmente atinge o país e disse que se trata de uma "travessia", uma situação "temporária", destacando que o governo trabalha para que a crise seja breve.

"Vou fazer um apelo. Vamos repudiar sistematicamente o vale-tudo para atingir qualquer governo, seja o governo federal, seja o governo dos estados, dos municípios", disse a presidente. "No vale-tudo, quem acaba sendo atingido pela torcida que eu já disse do 'quanto pior, melhor', é a população do país, dos estados e dos municípios", afirmou Dilma.

"Ninguém que pensa no Brasil, ninguém que pensa no povo brasileiro deve aceitar a teoria dos processos que falam: 'eu não gosto do governo, então, vou enfraquecer ele. Então, eu aposto no quanto pior, melhor'. Quanto pior, melhor para quem? Para quem? É pior para a população, para o povo e para todos nós", continuou a presidente.

No discurso em São Luís, Dilma disse ainda que o Brasil precisa de pessoas que pensem primeiro no país e depois em partidos políticos e interesses pessoais.

"O Brasil precisa de uma coisa: o Brasil precisa muito, mais do que nunca, que as pessoas pensem primeiro nele, pensem no que serve à nação, à população brasileira e, depois, pensem em seus partidos e nos seus projetos pessoais", afirmou a presidente. Dilma disse ainda que o governo não concorda com medidas que, segundo ela, levam o "caos" às contas públicas.

"Nós não concordamos com nenhuma medida aprovada que leve à instabilidade tanto econômica quanto política no país. Nós não concordamos com medidas que leve ao caos as finanças do governo federal, dos estados e dos municípios", declarou.

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+