Ipu (CE): Camilo assinará a Ordem de Serviço da construção do CEI

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) confirmou que estará em Ipu, na próxima terça-feira (25), para assinar juntos com o prefeito Sérgio Rufino (PCdoB) a ordem de serviço para a construção do Centro de Educação Infantil (CEI) do bairro Reino de França.

A-CEI

A o evento que marcará a assinatura da Ordem de Serviço ocorrerá às 20h, no Ginásio Coberto Abdoral Timbó, próximo dia 25/08/2015.

Os pequeninos alunos terão a sua disposição diversas salas e ambientes, tais como: lactação berçário, fraldário, dormitório, parque infantil, laboratório de informática, sala de arquivo, sala da coordenação, sala de recepção, jardins, cozinha, banheiros, vestiários, refeitório, área de serviço, projeções cobertas, salas de atividades e outras dependências.

O CEI do Reino de França tem uma previsão de capacidade para atender, aproximadamente ou um pouco mais, de 200 crianças, de 0 a 5 anos, nas modalidade de creche e pré-escola.

O espaço será mais uma importante obra da gestão Respeito e Transparência e que já tem seus recursos assegurados. O custo desta obra é de aproximadamente R$ 1.300.000,00 (um milhão e trezentos mil reais).

P2

Saiba mais detalhes

Recentemente, o prefeito de Ipu, Sérgio Rufino (PCdoB), no dia 21 de julho, esteve com o Governador Camilo Santana (PT) no Palácio da Abolição na solenidade de lançamento do Centros de Educação Infantil (CEIs). Na oportunidade, o prefeito Sérgio disse que “em breve iremos construir o nosso em Ipu, no bairro do Reino de França, com investimento de mais de um milhão e trezentos mil reais.”

Saiba mais detalhes sobre o CEI do Município de Ipu

O convênio do município é antigo, ainda da gestão Sávio Pontes, ano de 2011, mas nunca saiu do papel, igual tantos outros projetos da gestão passada. O atual prefeito Sérgio Rufino, em 2014, assinou um aditivo, mas dentro da realidade do município e assim tirou o projeto do papel que havia ficado perdido na gestão passada.

No convênio de 2011 (Veja Aqui), o megalomaníaco do ex-prefeito assinou um convênio para 03 CEI, sendo que a contrapartida era de 50%, algo em torno de R$ 1.000.000 (um milhão de reais), e o município não tinha condições de bancar tal obra e certamente seus recursos seriam desviados e a obra abandonada.

No aditivo de 2014, o prefeito Sérgio Rufino deixou a contrapartida do município em apenas 20% para a construção de 01 CEI e o município entrará com algo em torno de R$ 250.000 (duzentos mil reais). Futuramente, o prefeito deverá apresentar outros projetos para a construção de outros CEIs.