Manifestantes não se importam se Cunha estiver envolvido em corrupção, diz Datafolha

Inegavelmente, a maioria dos manifestantes que compareceram na avenida Paulista, neste domingo (16) para protestar contra Dilma Rousseff e a "Corrupção" pedindo ser impeachment aprovam o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Embora Cunha também possua uma rejeição alta, ele não é reprovado pela maioria dos manifestante. Os dados são do Datafolha.

Sobre o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que na semana passada apresentou a "Agenda Brasil", um conjuntos de propostas no intuito de ajudar o governo federal a sair da atual crise econômica e política, para 79% dos manifestantes sua atual é ruim ou péssimo.

Estranhamente, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, bastante criticado por suas "pautas bombas" que tanto tem prejudicado o governo Dilma e, consequentemente, a economia e povo brasileiro, teve sua atuação considerada por 43% dos manifestantes como sendo ruim ou péssima. 50% acham o seu trabalho ótimo/bom ou regular.

Vale ressaltar que o delator Júlio Camargo afirmou que pagou U$ 5 milhões de dólares de propina à Eduardo Cunha.

Já com relação a Dilma, 95% dos manifestantes consideram seu governo ruim ou péssimo.

Mas o que chamou mais atenção é que para 1% dos manifestantes, o governo Dilma é considerado ótimo ou bom. Este estavam na Paulista para protestar unicamente contra a corrupção que está sendo combatido no governo Dilma que, recentemente, tem dois grandes jornais mundiais publicando artigos falando do combate a corrupção no governo Dilma, algo que não aconteceu em governos anteriores de seus opositores. (Veja Aqui).

O que temos observado no país é que o combate a corrupção é o que menos importa para as pessoas, pois os sentimento dos que estão indo às ruas, em sua grande maioria, é por rivalidade com o PT. Talvez esse tenha sido predominante para abaixa adesão que os movimentos vem tendo.

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+