Operação Zelotes: R$ 20 bilhões; 26 pedidos de prisão e todos negados; Não envolve o PT

A imponência dos envolvidos complica o andamento da investigação, mas o principal motivo do travamento da Operação Zelotes que teria causado prejuízos de R$ 20 bilhões aos cofres público é que não envolve nenhum político do PT.

Última instância à qual o contribuinte brasileiro pode recorrer para reverter dívidas com a Receita Federal, o Carf acumula, atualmente, cerca de 105 mil processos cujo valor ultrapassa 520 bilhões de reais.

Até então esquecido dentro da estrutura do Ministério da Fazenda, o órgão ganhou o noticiário após a Polícia Federal desarticular um esquema responsável por negociar votos de seus conselheiros e fraudar votações que causaram um prejuízo estimado em 6 bilhões de reais.

São 74 processos investigados no valor que supera os 19 bilhões de reais em dívidas de bancos, montadoras de automóveis, siderúrgicas e inúmeros grandes devedores que apostavam na corrupção de agentes públicos para burlar o pagamento de impostos. Na opinião dos investigadores da Polícia Federal, trata-se da maior fraude tributária descoberta no Brasil.

O responsável pelas apurações é o juiz Ricardo Augusto Soares Leite que nunca acatou nenhum dos 26 pedidos de prisão preventiva ou temporária expedido pelos procuradores e delegados federais que investigam o bilionário esquema de sonegação de impostos à Receita na Operação Zelotes. O juiz também determinou que não fosse divulgado os nomes dos envolvidos.

Diante dos absurdos, a Corregedora Nacional de Justiça (CNJ), ministra Nancy Andrighi, determinou a notificação do juiz Ricardo Augusto Soares Leite que atua pela 10ª Vara Federal do Distrito Federal que responde pelo processo da Operação Zelotes.

Em sua representação ao CNJ, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) pediu a abertura de sindicância para que seja apurada a conduta do juiz Ricardo Augusto Soares Leite para que seja analisado se o mesmo estaria prejudicando a apuração da Operação Zelotes. Foi dado ao juiz um prazo de 15 dias para que ele preste seus esclarecimentos.

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+