Revista 'Veja' sobre Romário: 'Essa conta não fecha facilmente'

De acordo com a 'Veja', o extrato bancário que ilustrou a reportagem, indicando que Romário teria um saldo equivalente a R$ 7,5 milhões em um banco suíço, está nas mãos do Ministério Público Federal.

A revista Veja se pronunciou sobre a matéria publicada sobre o senador Romário Faria, na qual afirma que o ex-jogador possui uma conta-corrente no banco BSI, da Suíça, com saldo equivalente a R$ 7,5 milhões. A resposta da revista veio depois que o parlamentar desmentiu a história nas redes sociais.

De acordo com a Veja, o extrato que ilustra a reportagem está nas mãos do Ministério Público Federal. Além disso, afirmou ter cumprido o papel mais nobre da imprensa. "Ao contrário de Romário, Veja não tem nenhuma razão para duvidar da autenticidade do extrato que publicou. Essa conta, portanto, não fecha facilmente", publicou a revista na noite de sexta-feira, 31.

Desde que a reportagem foi publicada, Romário tratou de desmentir a história e compartilhou nas redes sociais um extrato bancário com um carimbo vermelho "Falso". Após a Veja se pronunciar sobre o caso, o "baixinho" voltou a questionar a revista.

"A Veja falou, falou e nada disse. Baixou o tom, exaltou o papel da imprensa e afirmou não ter porque duvidar do "extrato" falso. Fui à Suíça e o banco admitiu que nunca teve vínculo com eles. Próxima semana a revista terá que responder à justiça. É isso", publicou Romário no Facebook após nova matéria da revista.

Após a publicação da reportagem, Romário disse ter ido a Suíça para esclarecer o caso. "Chateado. Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões", postou ele nas redes sociais.

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+