Taxistas obrigam casal a descer de um carro do Uber e entrar em um táxi

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB) decidirá, nesta quinta-feira (6/8), se veta ou sanciona o projeto de lei que proíbe o aplicativo Uber na capital federal.

Porém, a batalha entre taxistas e os motoristas dos carros executivos pretos cadastrados no dispositivo se acirra a cada dia. 

Durante uma manifestação, realizada nesta segunda-feira (3/8), no Aeroporto Internacional de Brasília, taxistas hostilizaram um condutor do Uber, obrigaram um casal a sair do carro e pegar um táxi.

A ação foi filmada e divulgada na internet. O vídeo mostra o momento em que o profissional de terno é abordado por taxistas. “Olhá lá, é Uber mesmo. Está tomando aguinha, tem balinha. A manifestação é contra vocês. Você é muito corajoso, parceiro. Tá de pirata, estimulando a criminalidade”, diz um taxista ao homem enquanto ele conduzia um cliente ao veículo.

Constrangidos, o rapaz e a moça que estavam no carro cadastrado ao Uber, são encaminhados a um táxi. "Pode descer, se não a gente vai quebrar seu carro. Vai de serviço regularizado, não vai de pirata não", diz um homem ao casal.

O motorista do carro preto ainda leva as malas deles e as coloca no porta-malas do táxi. Depois de alegar que só está trabalhando, deseja boa viagem ao passageiro e vai embora. 


A manifestação reuniu cerca de 350 taxistas contra o aplicativo Uber. Os profissionais saíram do aeroporto e foram até o Palácio do Buriti, onde se reuniram com o secretário de Mobilidade, Carlos Tomé. 

Embora a categoria exigisse uma posição do governo ainda ontem, o GDF afirmou que usará todo o prazo que tiver para deliberar sobre o assunto.

Fonte: Correio Brasiliense

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+