Tcheco funda 'país livre' em terra de ninguém na Europa

Que tal, nas suas próximas férias, conhecer Liberland - ou Liberlândia -? Este é o mais jovem país do mundo, fundado em abril deste ano em um terreno de apenas seis quilômetros quadrados entre a Croácia e a Sérvia, no Leste Europeu. 

Esta é a realização do sonho de um político da República Tcheca de 31 anos, chamado Vit Jedlicka. "Queria fundar um país diferente, onde se pudessem viver todas as liberdades, fora do alcance das forças políticas, algo que existe em outras partes do mundo, como Cingapura ou Hong Kong, mas não no centro da Europa", disse para a BBC.

Com o projeto, ele iniciou a busca pelo lugar mais adequado e encontrou na antiga Iugoslávia, desmembrada nos anos 1990 por um conflito que fez renascer antigas repúblicas que ali coexistiam antes. No entanto, depois do desmembramento em vários países e da repartição de terras, restaram seis quilômetros quadrados que aparentemente não pertenciam a ninguém.

Aproveitando o espaço, Vit Jedlicka fundou no dia 13 de abril a República Livre de Liberland ali. 

Ele escolheu a data para honrar o nascimento de Thomas Jefferson, um dos fundadores dos Estados Unidos. 

A cena foi semelhante à chegada do homem à Lua: Jeredlicka, na companhia da namorada, Jana Markoviceva, e de um amigo do colégio, levou uma bandeira até o centro do terreno e cravou no chão. 

"O país se orgulha de oferecer liberdade pessoal e econômica a seus cidadãos, garantidas na Constituição, que limita o poder dos políticos. 

Eles não podem interferir nas liberdades outorgadas pela nação de Liberland", diz a declaração de fundação no site oficial do país.

E ali também se encontram símbolos nacionais, parecidos como os dos países já reconhecidos pelas Nações Unidas: bandeira, escudo bem explicado. 


Agora, só falta o hino, que foi substituído temporariamente pelo lema "viva e deixe viver."

Fonte: Mirror

GOSTOU? CURTA NOSSA PÁGINA E FAÇA UM COMENTÁRIO!
Compartilhar no G+