Engavetamento com mais de dez veículos para parte da Avenida Brasil

Pelo menos 27 pessoas ficaram feridas e foram socorridas por bombeiros. Pista central ficou interditada no sentido Centro.

Um engavetamento envolvendo 12 veículos parou a pista central da Avenida Brasil, no sentido Centro, na manhã desta segunda-feira (28). Nove carros, um ônibus e duas vans bateram na pista central, na altura de Parada de Lucas, no Subúrbio. De acordo com as primeiras informações, pelo menos 27 pessoas ficaram feridas e estão sendo levadas pelo Corpo de Bombeiros para hospitais da região.

Sete pessoas foram levadas para o Hospital Getúlio Vargas. Entretanto, até as 11h20 não havia informações sobre o estado de saúde de Luciana Moteiro, de 32 anos, Valéria do Carmo, de 23 anos, Thales Lacerda, de 23 anos, Susana Ferreira, de 33 anos, Jocimery dos Santos, de 31 anos, Guilherme Pereira, de 54 anos, e Leandro Aguiar, de 34 anos.

Enquanto equipes de resgate trabalham no socorro às vítimas, o tráfego foi completamente interditado na pista central. O tráfego foi desviado para a pista lateral e o fluxo segue em ritmo bastante lento.

O congestionamento seguia pela Avenida Brasil, do Trevo das Margaridas, em Parada de Lucas até as proximidades da Ceasa, em Irajá, no Subúrbio do Rio. A via foi totalmente liberada por volta das 9h10, mas, neste mesmo horário, havia retenções até a altura de Parada de Lucas. Já no sentido Zona Oeste, havia lentidão até a altura de Ramos.

Engavetamento na Avenida Brasil, no Rio (Foto: Jose Lucena / Futura Press / Estadão Conteúdo)
Engavetamento na Avenida Brasil, no Rio (Foto: Jose Lucena / Futura Press / Estadão Conteúdo)

Devido ao acidente, a Secretaria de Estado de Transportes (Setrans) informou que determinou à concessionária SuperVia o reforço na operação nos ramais de Gramacho e Japeri. Quem segue no sentido Centro pode utilizar o sistema ferroviário.

Acidente interditou a pista central da Avenida Brasil (Foto: Reprodução / TV Globo)
Acidente interditou a pista central da Avenida Brasil (Foto: Reprodução / TV Globo)

Fonte: G1