Estudante usa golpes de muay thai para escapar de estupro no ES

Com socos e chutes, uma estudante de 21 anos conseguiu escapar de um estupro, na noite desta segunda-feira (21), no bairro Prainha, em Vila Velha. Ela, que é lutadora de muay thai há cinco meses, usou os golpes da arte marcial para se defender do suspeito de 44 anos.

Ele estaria vigiando a vítima há mais de dois meses e já tentou atacá-la antes. Mas, desta vez, acabou preso. A estudante tinha acabado de sair da academia onde luta quando foi abordada pelo suspeito, por volta das 19h30.

Segundo ela, o homem a chamou para lutar, sugerindo atos sexuais, como sexo oral, em quem ganhasse a luta. A vítima logo exigiu que ele se afastasse e aconselhou um homem, que viu o assédio e tentou defendê-la, a não se envolver em confusão, porque ela já estava indo embora.

“Quando saí, ele insistiu e veio atrás de mim. Então tentou pegar no meu braço e eu reagi. Empurrei e comecei a bater nele, com socos e chutes”, lembrou a estudante.
De acordo com a vítima, o suspeito não chegou a cair e ainda conseguiu agredi-la com um soco no rosto.

Após a agressão, ela voltou a bater no suspeito, chegando a puxar o cabelo dele, até que militares do 38º Batalhão de Infantaria do Exército se depararam com a luta.

“Uns três militares chegaram e ele se afastou. Então perguntei: ‘Agora que tem homem aqui você se afasta?’. Contei para os militares o que tinha acontecido. Um deles conversou com ele e eu saí”, contou.

Fonte:G1

Compartilhar