‘Não participaria deste governo em hipótese nenhuma’, diz Ciro Gomes

O ex-ministro Ciro Gomes afirmou que jamais faria parte do atual governo brasileiro.

A declaração foi dada durante entrevista concedida ao programa É Notícia, que foi ao ar nesta segunda-feira (28), a partir da 00h30. ‘Não participaria deste governo em hipótese nenhuma’, disse.

Na avaliação de Gomes, a presidente Dilma Rousseff ‘precisa se reconciliar com o povo. Ela só tem uma chance de impedir o impeachament: o povo’.

O político ainda rechaça a hipótese de defender o afastamento de Dilma do cargo. Para ele, o impeachment é um golpe e ‘se tiver golpe, pode haver violência na rua’. E complementa: ‘o governo não é dela, é de uma ala podre do PMDB’.

Ainda sobre a presidente da República, Ciro avalia que Dilma ‘tem uma moral rigida’, diferentemente de Lula. ‘O Lula tem uma moral frouxa: ele não rouba, mas deixa roubar, não está nem aí’, afirmou.

Questionado sobre o momento político atual e corrupção no Brasil, Gomes disse que ‘nunca vi uma maioria corrupta no Congresso Nacional. É a primeira vez’.

Para Ciro Gomes, ‘o PT não é mais corrupto que o PSDB, de jeito nenhum’. O PT é classificado por Ciro Gomes como um partido ‘que não faz autocrítica por ser arrogante’. E confessa: ‘minha vida partidária é um desastre’.

O ex-ministro ainda afirma que não tem vontade de se candidatar, mas ‘se for necessário’, entrará na disputa. ‘Se eu não puder dar meu voto com confiança no futuro, eu serei candidato’, disse.

O “É Notícia” com Ciro Gomes foi ao ar nesta segunda-feira (28), à 00h30 na RedeTV!.

Fonte: Rede TV

Compartilhar