Pais se emocionam ao encontrar bilhete deixado pelo filho falecido

Os pais de um garoto de seis anos, que faleceu no hospital após contrair uma bactéria, ficaram emocionados ao voltar para casa e encontrarem um bilhete do filho.

Leland Shoemake faleceu na última sexta-feira (25) após ficar internado por duas semanas no hospital Children’s Healthcare of Atlanta, no estado da Geórgia (EUA), para tratar uma infecção causada pela ameba Balamuthia mandrillaris alojada no cérebro.

Ao chegarem em casa, após passarem dias ao lado de Leland no hospital, para pegar as roupas que o garoto usaria ao ser enterrado, Amber e Tim tiveram uma surpresa. Na mesinha da sala de estar, encontraram um bilhete deixado pelo filho dias antes: “Ainda com vocês. Obrigado, mãe e pai. Com amor, adeus”, dizia a mensagem. No papel, ainda havia o desenho de um coração com as palavras: mãe, pai e amor.

A mãe postou uma foto do bilhete na página no Facebook criada para pedir orações para o filho e explicou não saber a data em que a mensagem foi feita e deixada ali. “Não temos ideia de quando ele escreveu isso, mas podemos dizer que ele sempre foi especial”, conta Amber.

A postagem, feita na segunda-feira (28), dia em que o menino foi enterrado, comoveu os internautas. “Sinto muito por sua perda. Não posso nem imaginar o que vocês devem estar passando. Vou orar para que vocês encontrem paz”, escreveu um usuário da rede social.

A mãe acredita que o filho contraiu a bactéria enquanto brincava na lama, o que, segundo ele, o garoto adorava fazer. “Eu sempre fui super protetora com ele. Nunca imaginei que algo assim fosse tirá-lo de mim”, lamenta ela. “Ele era meu mundo.

Fez de mim uma mãe. Batalhamos tanto para tê-lo. Ninguém deveria ter que enterrar uma criança. Eu sempre quis que eu fosse primeiro porque eu não me acho forte o suficiente para lidar com algo assim”, acrescenta ela.

Antes da morte de Leland, o casal havia criado uma página no GoFundMe, para arrecadar dinheiro e pagar pelo tratamento do garoto. Agora, Amber e Tim pretendem usar as doações para custear o funeral do filho.

Fonte:Bol

Compartilhar