Rui Falcão: ‘Vamos evitar o golpe e preparar Lula 2018’

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, durante ato organizado pelo PT, partidos aliados e movimentos sociais na Praça da Sé, no centro da capital paulista, neste sábado (26), fez os seguintes comentários.

“O povo está na expectativa por uma eventual candidatura do ex-presidente Lula nas eleições de 2018. Por isso, nas ruas, nas praças, nós vamos defender o mandato legítimo da Dilma, nós vamos evitar que haja golpe e nós vamos preparar o caminho para continuar com nosso projeto nacional, tendo à frente, de preferência, em 2018, o presidente Lula”, disse Rui.

Pela primeira vez, Rui saiu em defesa do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, condenado a 15 anos de prisão na Operação Lava Jato, acusado de receber propina em forma de doação oficial do PT em contratos firmados por empresas com a Petrobras. Para Rui, Vaccari foi condenado sem provas e de forma seletiva, uma vez que, as mesmas empresas que doaram dinheiro para o PT foram as mesmas que doaram para outros partidos, como por exemplo, o PSDB.

“O que não podemos aceitar é que em nome do combate à corrupção sejam feitas investigações seletivas, tentando criminalizar o PT, e com o PT toda a esquerda e todos os movimentos sociais”, disse Falcão.

Rui Falcão lembrou do que representa a Praça da Sé. “Nós estamos no mesmo lugar que houve um dos maiores atos em defesa das eleições diretas no Brasil e hoje é para dar um recado aos golpistas de que não haverá golpe”, disse.

“Nós fizemos o PT para mudar o Brasil, para mudar a vida do povo, para que a democracia seja melhor do que é hoje”, encerrou Rui Falcão.

Intitulado “Primavera Democrática”, o ato reuniu cerca de três mil militantes que se manifestaram contra eventual ruptura da ordem democrática no mandato da presidente Dilma Rousseff e em defesa da Democracia.

Com informações da Agência PT de Notícias

Compartilhar