Ubajara (CE): População reclama de falta de saneamento básico

Moradores da cidade de Ubajara, distante a 329,3km de Fortaleza, sofrem problemas com falta de saneamento básico.

A população convive diariamente com dejetos em esgotos a céu aberto. Com a falta de serviço em saneamento começam a aparecer ratos, baratas e também uma grade quantidade de pernilongos, os excrementos seguem pelas as ruas causando por onde passa além de mau cheiro, um risco eminente das pessoas se contagiarem com doenças infecciosas, essas que interferem na qualidade de vida da população.

Enquanto a prefeitura não toma nenhuma providência, a população fica cada vez mais indignada. Em vários lugares, por toda a cidade, podemos ver esgotos passarem em frente as casas enquanto crianças brincam em volta.

Conheça algumas das principais doenças relacionadas à falta de saneamento: amebíase, ancilostomíase, ascaridíase, cisticercose, cólera, dengue, diarréia, desinterias, elefantíase, esquistossomose, febre amarela, febre paratifóide, febre tifóide, giardíase, hepatite, infecções na pele e nos olhos, leptospirose, malária, poliomielite, teníase e tricuríase.

É importante lembrar que os custos com prevenção dessas doenças são menores do que os que se tem com a cura e a perda de vidas por causa delas. Também se poderiam otimizar os gastos públicos com saúde se o dinheiro investido em tratamento de doenças vinculadas à falta de saneamento pudesse ser direcionado para outras questões.

Entre os procedimentos do saneamento básico, podemos citar: tratamento de água, canalização e tratamento de esgotos, limpeza pública de ruas e avenidas, coleta e tratamento de resíduos orgânicos (em aterros sanitários regularizados) e matérias (através da reciclagem). Com essas medidas é possível garantir melhores condições de saúde para as pessoas, evitando a contaminação e proliferação de doenças. Ao mesmo tempo, garante-se a preservação do meio ambiente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixaremos aqui uma pergunta para refletir:

O turismo é um dos principais fatores que movimentam a economia da Serra da Ibiapaba e consequentemente de Ubajara. Agora imagine um grupo de turistas fazendo um tour pela cidade, qual impressão eles terão ao ver uma grande quantidade de ruas praticamente alagadas pelos esgotos a céu aberto?

Fonte: Antônio Carlos / Ubajara Notícias

Compartilhar