Camocim (CE): Indivíduo com transtornos psicológicos põe em risco a segurança da população

Há dias as pessoas comentam nas redes sociais sobre um homem com suposta deficiência mental que estaria pondo em risco a segurança da população na cidade, sobretudo na Av. Beira Mar, Centro, praças e em frente o HDMA.
Os relatos informam sobre ataques com facas a pessoas e ainda sobre atos obscenos praticados em via pública. O blog Camocim Polícia 24h foi atrás de maiores informações sobre o caso e descobriu que o indivíduo tão falado trata-se de Paulo Roberto Conceição, de 28 anos.

De servidor municipal a morador de rua

Acreditem! Segundo informações de familiares, Paulo Roberto até cerca de dois anos era servidor público da prefeitura de Camocim, ele era vigia de uma escola na localidade de Timbaúba e levava uma vida normal. Não sabemos se foi droga ou álcool que fez a vida do indivíduo mudar drasticamente para pior. Atualmente Paulo Roberto é morador de rua, anda sempre com roupas sujas, mochila nas costas, tem realmente um olhar amedrontador e o pior, agora deu para atacar as pessoas. Seus locais preferidos são em frente ao HDMA, Av Beira-Mar, Praça do Coreto e Centro da cidade.

Ocorrências

Policiais militares já conhecem o homem devido a algumas ocorrências. Paulo Roberto já foi flagrado algumas vezes pelos pm’s armado com facas e até foices. Contra ele já foi feito alguns procedimentos na DPC local, o último deles foi feito na última terça-feira, 14, ocasião em que funcionários do HDMA ligaram para o 190 informando que o indivíduo estava causando desordens no referido hospital. Os pm’s compareceram ao local e abordaram o elemento, sendo encontradas com ele duas facas tipo peixeira. Os tco’s se acumulam na justiça, no entanto, como se trata de crime de pequeno porte o indivíduo continua em liberdade.

Lesionado a bala

Em maio de 2015, Paulo Roberto foi lesionado a tiros de espingarda por um desafeto próximo à localidade de Tamboril, zona rural de Camocim. Na ocasião ele foi atingido na altura do pulso esquerdo e coxa esquerda, sendo socorrido por uma viatura da PM ao HDMA.

Deficiência Mental

Não é preciso ser um especialista para perceber que Paulo Roberto sofre de deficiência mental parcial e segundo as pessoas próximas a ele, tal deficiência foi adquirida há cerca de dois anos. Não sabemos informar se o homem tinha ou tem algum tipo de acompanhamento psicológico, o fato é que atualmente o homem representa perigo para as pessoas que cruzam com ele, visto que já existem pessoas que foram vítimas de suas ações. O ideal seria algum órgão do município responsável por essa área checar essa informação e tomar providências quanto a este caso antes que o pior venha a acontecer.

Fonte: Camocim Polícia 24h