Ceará estreia hoje na competição fora de casa em jogo único com o Boavista/RJ e joga pelo empate para avançar

Agora é para valer: depois de oito jogos oficiais, sendo sete pela fase classificatória do Campeonato Cearense e um pela fase de grupos da Primeira Liga, o Ceará estreia hoje na Copa do Brasil contra o Boavista/RJ, às 15h (horário da Fortaleza), fora de casa, com a obrigação de mostrar resultado pela primeira vez na temporada 2017.

Isso é porque, será o primeiro duelo eliminatório do ano no Vovô, com a equipe decidindo vaga em 90 minutos. De acordo com as novas regras da competição, a fase inicial é disputado só em um jogo, com o time que joga fora de casa, no caso do Vovô, só avançando se pelo menos, empatar. Se perder, é eliminado precocemente da competição.

Por isso, nesta disputa ‘relâmpago’ por uma vaga na 2ª Fase, o Ceará adota um discurso cauteloso, tudo para não ser surpreendido no duelo no Rio de Janeiro.

“Temos que fazer um bom jogo. Nosso emocional vai ter que estar muito bem para decidir a vaga em um jogo só. Com o empate saímos de lá classificados, não podermos ir lá para empatar. Só nos últimos minutos se for o caso. Temos que saber agredir no momento certo e se defender quando necessário”, declarou o volante Richardson.

Para priorizar o duelo de hoje, o treinador Gilmar Dal Pozzo, poupou todos os titulares contra o Itapipoca no último domingo, no empate em 1 a 1. O único desfalque da equipe será o atacante Lelê, vetado por dores no joelho. Em seu lugar, atuará Alex Amado.

“Passamos para os jogadores o espírito de decisão. Esta se trata da primeira, pois se trata em jogo único. Temos que manter nosso padrão tático para jogarmos bem e nos classificarmos”, declarou o treinador do Ceará.

Experiência

O Boavista investiu na contratação de alguns medalhões, como nomes conhecidos do futebol cearense, como o zagueiro Antônio Carlos, o meia Erick Flores e o atacante Marcelo Nicácio, além do técnico Joel Santana.

Porém, a campanha no Campeonato Carioca não está sendo das melhores, com a equipe já eliminada da Taça Guanabara.

Ainda assim, o técnico do Boavista, acredita que seu time pode surpreender na Copa do Brasil. “Algo me diz que podemos ir ainda muito longe na Copa do Brasil, com todo o respeito que o Ceará nos merece. O importante é sabermos fazer prevalecer o nosso mando de campo”.

Fonte: DN

Compartilhar