Ceará: Homem é preso por favorecimento à exploração sexual de jovens

Segundo a polícia, o imóvel fica no Bairro Farias Brito. Os agentes de segurança flagraram vários indícios da prática criminosa. Uma adolescente foi encontrada no local e um homem foi preso em flagrante por favorecimento à prostituição e à exploração sexual infanto juvenil. O trabalho policial ocorreu na noite de terça-feira (14), e o caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

A polícia informou que os militares chegaram ao endereço, que fica na Rua Padre Mororó, após serem acionados para a ocorrência via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). No local, os policiais encontraram um homem de 21 anos, que não possuía antecedentes criminais; uma adolescente de 16 anos e outras duas mulheres. Inicialmente, a adolescente disse aos policiais que não tinha documentos, mas depois apresentou uma identidade falsa, na qual constava que ela tinha 20 anos.

O imóvel possui dois quartos e um quintal extenso. Várias embalagens de preservativos foram encontradas em diversos locais da residência, além de produtos de maquiagem e roupas. Os policiais receberam denúncias de que o homem aliciava mulheres para a prostituição. O homem negou e alegou que ali seria um ambiente para estudos e para pessoas que estão à procura de emprego. Quatro celulares foram apreendidos no local.

Os policiais encontraram ainda fotos de um site que agencia mulheres para a prostituição. Uma das pessoas que aparece nas imagens é semelhante à adolescente encontrada na casa. A página cita que a garota tem 21 anos.

O homem foi preso e encaminhado à DDM de Fortaleza – que também é responsável pelas ocorrências da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) durante o plantão. De acordo com a delegada Ivana Timbó, titular da Dececa, a adolescente que estava na casa se beneficiava com dinheiro adquirido durante os programas.

O valor era divido entre ela e rapaz preso. O caso foi transferido para a especializada, que vai dar continuidade às investigações no sentido de aprofundar as apurações sobre o envolvimento do preso na atividade ilícita.

Fonte: G1