Bolsonaro quer herdar os eleitores de Aécio

O apoio de alguns eleitores de Aécio Neves para Jair Bolsonaro tem explicação.

Em 2014, Bolsonaro queria ser Vice de Aécio. "Se eu não for candidato, quero ser vice de Aécio" (Veja no Infomoney).

O deputado ainda disse que "seria uma honra ser vice de Aécio" (Veja no UOL).

Também em 2014, afirmou que "mesmo que ele não queira, voto no Aécio Neves" (Veja no O Globo).

Hoje, Aécio já possui oito inquéritos na Lava Jato (Veja no Estadão), perdendo em números de processos apenas para Renan Calheiros, com 16 inquéritos, e Romero Jucá, com 9 inquéritos.

O deputado caiu como uma luva para os eleitores do Aécio que já gritam Bolsonaro 2018" para ser o substituto de Aécio.

O fato é que Bolsonaro, em mais de 25 anos de Congresso só conseguiu aprovar uma emenda, e ainda em primeiro turno (Veja no G1). É um parlamentar sem poder no Congresso e que só ganha a mídia através de polêmicas.

Mas uma coisa Bolsonaro tem de bom.... Ele não está na Lava Jato. Igual Paulo Maluf (Veja no Época) que já esteve até foragido da justiça e foi procurado pela Interpol (Veja na Folha).

Se você foi enganado, sendo eleitor de Aécio em 2014, não desanime, agora você pode ser eleitor do Bolsonaro ou acordar do mundo das manipulações da mídia que você vive, desde 2014.
Compartilhar no G+