Comandante-geral do Exército teme Trump Brasileiro e diz que não apoia Bolsonaro

Em entrevista para a revista Veja, (para assinantes) o comandante-geral do Exército, general Villas Bôas, disse que as forças armadas não têm ligação com o possível candidato a presidência da República em 2018, o deputado federal Jair Bolsonaro.

"Não. Nós não temos ligação institucional com o Bolsonaro. Ele é um ex-integrante das Forças Armadas, tem muita relação com o pessoal do círculo dele e tem todo o direito de se candidatar, mas quem vai julgá-lo é a população, por intermédio do voto", disse o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, em entrevista à revista Veja.

O general também demonstrou preocupação quanto ao surgimento de um candidato "politicamente incorretíssimo", justamente a descrição como Bolsonaro é visto, um candidato que só cria e aparece na mídia em cima de polêmicas e que declaradamente assume que não tem reconhecimento de economia ou assuntos pertinentes ao País, mas que parte da população, cansada de outros políticos, acabam apoiando esse tipo de candidato.

"Nitidamente, há um cansaço em relação ao politicamente correto. O perigo é quando surge um líder falando coisas politicamente incorretíssimas, mas que correspondem ao inconformismo das pessoas", declarou o general que ainda acrescentou: "Tivemos Donald Trump nos Estados Unidos e temos alguns aqui no nosso país", finalizou.
Compartilhar no G+