Corrupção via Caixa 2: Cunha e Bolsonaro aparecem juntos na Lista de Furnas

O deputado Federal Jair Messias Bolsonaro está atualmente no PSC-RJ, mas antes era do PP-RJ, o partido mais enrolado na Lava Jato.

Durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o deputado Bolsonaro pertencia a base aliada de FHC no Congresso e tinha como aliado o ex-presidente da Câmara e agora presidiário Eduardo Cunha. Outro aliado de Bolsonaro é o Pastor Everaldo que recebeu milhões para ajudar na Eleição de Aécio. Bolsonaro foi batizado no Rio Jordão pelo Pastor Everaldo.


Segundo as denúncias, a Lista de Furnas servia para abastecer políticos da base alidada de FHC com Caixa 2. A Polícia Federal atestou a veracidade da Lista de Furnas.

Ancelmo Gois, no Globo (Veja Aqui), publicou no dia 03/03/2017 sobre o processo da Lista de Furnas e disse que o dinheiro de Caixa 2 abasteceu 156 campanhas, isso no ano de 2000. Os tucanos Aécio, Serra e Alckmin aprecem na lista acompanhados de Eduardo Cunha e Jair Bolsonaro que aparece como destinatário de 50 mil reais, isso em valores da época.

Em 2015, Bolsonaro disse na Câmara que "os canalhas ligados ao PT e PSOL" forjaram a Lista de Furnas. Esse é o mesmo argumento usado por Aécio Neves.

Compartilhar no G+