JN se corrige e nega que contas no exterior fossem de Lula e Dilma

Depois de martelar nesta sexta (19), durante horas, que o delator Joesley Batista da JBS havia afirmado que haviam contas de Lula e Dilma no exterior, somando US$ 150 milhões de dólares, o Jornal Nacional se "corrigiu" neste sábado (20), em 30 segundos.

O apresentador William Waack reconheceu que não há contas dos ex-presidentes, mas apenas a alegação do dono da JBS de que teria mantido contas com finalidade de financiar campanhas políticas.

Depois de espalhada a mentira, é "moleza" dizer que "não era bem assim". William Waack falou tão rápido que quase não disse o nome de Lula e Dilma.

Assista vídeo do minuto em que o desmentido é feito.


Fonte: Fernando Brito, do Tijolaço
Compartilhar no G+