Novo Oriente (CE): Novorientense é destaque como vereador em Ipu

Asarias Araujo coleciona duas graduações e três pós-graduações, também é um dos vereadores mais atuantes do município de Ipu, é uma das personalidades mais conhecidas da região.

Asarias Araújo é natural do município de Novo Oriente, nascido no distrito de São Raimundo, na zona rural. A luta e os trabalhos desenvolvidos por Dr. Asarias, como é mais conhecido, o tornam digno de ser considerado um dos maiores novorientenses da história. Dr. Asarias é também primo de um dos vereadores mais votados do município de Novo Oriente, Josivanio.

Doutor Asarias, há dois anos, concedeu um relato ao site Netcina, onde falou sobre sua vida e experiência, e foi firme ao afirmar que é natural de Novo Oriente.

Confira o relato do novorientense:

Quero contar está minha pequena história dividida em décadas.

Nasci de parto normal e sou o sétimo filho de um casal simples e amoroso (Antônio Gabriel e Mãe Nega). Os partos daquela época eram feito a grande maioria por parteiras, sem as mínimas condições de higiene porém com muito amor ajudaram a trazer a vida muitas crianças.

A minha primeira década de vida começa no longínquo distrito de São Raimundo pertencente ao município de Novo Oriente, onde vivi minha infância entre familiares e amigos e onde aprendi minha primeiras letras com estudos feito em casa e escola precária alcançando os castigos como ficar de joelho em cima de grãos de milho, levando ‘cipuadas’ de cipó de marmeleiro ou tomando muitas palmatórias nas mãos. Era arrengueiro e peguei muitas brigas com colegas e primos. Lá não havia água encanada e nem luz elétrica e as dificuldades eram grandes. A assistência a saúde ficava 24 km de distância pois ainda não havia o PSF.

Estudei em escolas como CNEC em novo oriente e assim foi meus primeiros 10 anos de vida.

A minha segunda década ocorreu quase que na sua totalidade em Crateús onde estudei no Lions Club, Escola Técnica de Comercio Padre Juvêncio e no Colégio Estadual Regina Pacis. Fui um aluno aplicado chegando a ganhar medalha de melhor aluno e a participar de olimpíadas de matemática. Residia com mais 07 irmãos e morei em alguns bairros de Crateús. Desde cedo pensava em estudar e tive que escolher muito cedo se contrairia um matrimônio ou correria atrás dos meus sonhos, optei pela última e fui estudar em Fortaleza fazendo cursinho no PhD evolutivo da 24 de maio. Não tive em quem me espelhar pois não tinha ninguém formado na família. Dividia o tempo estudando de segunda a sábado e ao domingos jogando futebol com os amigos e estudando teologia no templo central.

Fonte: Sertões de Crateús
Compartilhar no G+