Pronunciamento de Temer, neste domingo (21), poderá ser o último, antes da renúncia

O presidente Michel Temer pretende fazer um pronunciamento este domingo (21) para questionar a gravação do empresário Joesley Batista da JBS dizendo que teriam interferências no áudio, segundo perícias realizadas pela defesa de Temer.

Mas o empresário Joesley Batista já informou que tem uma cópia da íntegra da gravação que fez da conversa que teve com Temer e que após o presidente fazer pronunciamento, divulgará uma nota para rebater as palavras de Temer.

Joesley quer garantir que a gravação entregue para a Procuradoria-Geral da República, como prova de sua delação premiada, é verdadeira, sem fraudes.

Michel Temer corre o risco de se complicar mais ainda, com um pronunciamento mentindo para os brasileiros. O presidente cometeu vários crimes ao tomar conhecimentos das ações de Joesley e não repreendê-lo e nem denunciá-lo, pelo contrário, Temer incentivou-o a continuar "dizendo que deveria manter isso" e fez elogios as medidas para barra a Lava Jato, quando Joesley disse que estava comprando juízes e delegas, pois Temer disse "ótimo".
Compartilhar no G+