Avião militar desaparece com 120 pessoas a bordo em Mianmar, comunicação foi perdida as 04h05 horário de Brasília

Um avião militar birmanês com 116 pessoas a bordo desapareceu nesta quarta-feira quando voava entre a cidade de Myeik, no sul do país, e Yangon, indicaram o Exército e uma fonte do aeroporto.

O avião de transporte Y-8, fabricado na China, decolou às 2h36 (horário de Brasília) e perdeu contato quando voava sobre o mar de Andaman, 32 km a oeste da cidade de Dawei, segundo o Exército e a aviação civil birmanesa.

"A comunicação com a aeronave foi perdida às 13h35 [04h05 de Brasília] quando estava 20 milhas a leste da cidade de Dawei", declarou em um comunicado o escritório do comandante em chefe do Exército.

"São 105 pessoas a bordo do avião militar. Essa foi a informação que recebemos da aeronave antes da decolagem", disse Kyaw Kyaw Htey, funcionário do aeroporto de Myeik.

Mais tarde, o Exército divulgou novos números: seriam 106 passageiros a bordo, incluindo soldados e seus familiares, e 14 tripulantes.

"Não sabemos exatamente o que aconteceu ao avião depois da perda de contato", acrescentou Htey, que disse que o tempo estava normal, com boa visibilidade, quando a aeronave decolou.

O Exército de Mianmar mobilizou aviões e navios militares para dar apoio às buscas.

Fonte: DN
Compartilhar no G+