Golpistas, PSDB e PMDB firmam acordo para salvar Temer e Aécio

Mais um acordo golpista entre o PSDB e PMDB.

O jornal Folha de S. Paulo criticou nesta quarta-feira, 14, o acordo que está sendo costurado no Congresso para salvar o mandato de Michel Temer, prestes a ser denunciado por corrupção, organização criminosa e obstrução da Justiça, bem como evitar a cassação do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), que já denunciado por corrupção e obstrução da Justiça.

"Aécio atua na cúpula tucana para que seu partido não abandone o governo Temer. Em troca, aliados do presidente no Senado lhe proporcionam tempo e votos a fim de evitar uma eventual cassação", diz o jornal de Otávio Frias Filho.

Para a Folha, entre o pragmatismo e o medo do incerto, o PSDB se equilibra sobre a amurada da nau combalida do governo, enquanto avalia se a vitória na Justiça Eleitoral deu a Temer força suficiente para se manter à tona até 2018.
Compartilhar no G+