Janot pede prisão do homem da mala de propina de Temer, agora sem foro

No mesmo dia em que Osmar Serraglio reassumiu o mandato na Câmara e deixou Rodrigo Rocha Loures sem foro privilegiado, a Procuradoria Geral da República protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) um novo pedido de prisão do homem da mala de Michel Temer.

Pedido anterior da PGR havia sido negado pelo ministro Edson Fachin sob o argumento de que ele estava no exercício de mandato.

Filmado pela Polícia Federal saindo de um restaurante em São Paulo com uma mala de R$ 500 mil de propina que recebeu da JBS, cujo destinatário seria Michel Temer, Rocha Loures fica agora cada vez mais perto de concretizar uma delação premiada.
Compartilhar no G+