Polícia investiga se blogueiro foi morto por ordem de políticos ou de traficantes

Luiz Gustavo da Silva, 26 anos, o “Gugu”, foi morto na presença da esposa.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou inquérito para investigar o assassinato do radialista e blogueiro Luiz Gustavo da Silva, 26, o “Guga”.

Ele foi morto, a tiros, na noite da última quarta-feira (14), na porta de casa e na presença da esposa. O crime ocorreu na cidade de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Duas linhas de investigação estão sendo consideradas pela Polícia: um crime político ou ordenado pelo tráfico.

“Guga”, como era conhecido, voltava para sua residência na companhia da esposa. Os dois estavam em uma motocicleta. Ao descer do veículo, o radialista foi surpreendido por dois homens que já estavam no local e armado uma tocaia. A vítima não teve tempo de reagir nem, ao menos, se defender e foi executada com cerca de 17 tiros, numa autêntica execução sumária, conforme atestaram os peritos que foram ao local do crime.

A última notícia

As autoridades consideram, a princípio, que o assassinato está ligado ou foi motivado por conta do trabalho que o radialista realizava em seu blog denominado “De Olho em Aquiraz”, onde postava notícias e denúncias do cotidiano de Aquiraz e Municípios vizinhos, como Eusébio.

A última notícia que “Guga” postou em seu blog foi acerca do assassinato de um adolescente no bairro Divinéia, também conhecido como “Bairro da Gruta”, em Aquiraz.

A postagem foi registrada exatamente às 20h29 de quarta-feira (14), com o título “Homicídio agora, por trás da escola Alda Façanha, no bairro Divinéia”, e cita o caso de um adolescente de 17 anos, José Yuri, morto a tiros e pedradas. Horas depois de colocar no ar esta notícia, o blogueiro foi executado.

Fonte: Ceará News 7
Compartilhar no G+