Três cidades cearenses estão entre as trinta mais violentas do País

Maracanaú, Fortaleza e Caucaia aparecem entre as 30 cidades maios violentas do País, de acordo com estudo realizado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O chamado Atlas da Violência 2017, indica que a taxa de homicídios por 100 mil habitantes no Ceará em 2005 era de 21%. Já em 2015, chegou a 46,7%

Conforme a publicação, a taxa de homicídios do Ceará cresceu 122,8% de 2005 a 2015. O estudo listou Maracanaú (6º), Fortaleza (13º) e Caucaia (27º) entre as 30 cidades mais violentas do País. O levantamento levou em consideração os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde e registros policiais publicadas no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Foram levadas em consideração as mortes por agressão (homicídio) e as mortes violentas por causa indeterminada (MVCI). Além de Fortaleza, apenas São Luís, entre as capitais brasileiras aparecem na lista. Entre as 30 citadas, 18 cidades são nordestinas.

O Ceará fica atrás somente do Rio Grande do Norte, Sergipe, Maranhão e Tocantins. Em relação ao número absoluto de assassinatos, o Ceará somou 32.191 na década 2005-2015, o que representa um crescimento de 145%. No somatório de homicídios, no Nordeste o estado fica atrás da Bahia (55.401) e Pernambuco (42.368). No geral, São Paulo lidera com 72.667.

O custo envolvendo o assassinato de jovens entre 15 e 29 anos equivale a 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do País, mesmo valor aplicado em políticas de segurança pública. O estudo apontou que, em 2015, o Brasil registrou 50.080 assassinatos. Do total de mortos naquele ano, 31.264 eram jovens e adolescentes, o que faz com que a média de assassinatos na população jovem seja o dobro da média nacional.

Fonte: Ceará Agora
Compartilhar no G+