Camilo Santana diz: "Não basta prender pirangueiro"

Em solenidade de inauguração da terceira Unidade de Segurança do Ceará, o governador Camilo Santana (PT) afirmou que “não basta prender os pirangueiros que estão nas ruas” e ressaltou os reforços de investimentos feitos pelo Governo no trabalho da Polícia Civil. A corporação é responsável pela inteligência e por atuar após as prisões nas ruas com trabalho de investigação, esclarecimentos iniciais e registro de ocorrências, além do cumprimento de decisões judiciais.

Questionado sobre os recordes em índices de homicídios no Estado, Camilo criticou a falta de plano de segurança nacional e atribuiu o aumento no número de homicídios no Ceará à disputa de territórios entre facções criminosas no Estado.

“Hoje há um conflito muito grande por territórios por facções no Ceará. Bandidos matando bandidos. Nunca se prendeu tanta droga no Ceará, aumentamos a apreensão de armas. Os homicídios cresceram exatamente fruto dessas disputas de território, esse é um grande desafio. E estamos aqui agarrados com o problema. Mas nós venceremos o crime no Ceará”, afirmou o chefe do Executivo no Estado.

Fonte: O POVO Online
Compartilhar no G+