Deputados que votaram a favor de Temer na CCJ, Genecias Noronha e Danilo Forte receberam mais de R$ 9 milhões em emendas

Acusado pelo deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) de “usar dinheiro público para obstruir a Justiça” na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o governo de Michel Temer (PMDB) distribuiu, em junho, 134 milhões de reais em emendas parlamentares aos 40 deputados que votaram a favor do presidente na análise da denúncia contra ele na CCJ.

Levantado pela ONG Contas Abertas, o número é 103% maior que os 66 milhões de reais destinados aos 25 deputados que votaram pela aceitação da acusação da Procuradoria-Geral da República contra o peemedebista por corrupção passiva.

Segundo matéria publicada na Revista Veja, os deputados cearenses, Genecias Noronha (Solidariedade) e Danilo Forte (PSB), receberam só de emendas parlamentares liberadas R$ 4.957.200,00 e R$ 4.310.000,00, respectivamente, no total, os dois receberam R$ 9.267.200,00. De bem com a vida, votaram a favor do presidente Michel Temer e pelo arquivamento da denúncia do Procurador Geral da República.

A vitória de Temer na CCJ - O relatório contrário à denúncia por corrupção passiva contra Michel Temer, de autoria do deputado Paulo Abi Ackel, ligado ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), foi aprovado na CCJ depois que o parecer favorável à denúncia, de autoria de Sergio Zveiter, foi rejeitado na comissão por 40 votos a 25.

Fonte: Revista Veja via Hidrolândia 24 hs
Compartilhar no G+