Pacientes do serviço público de saúde do Ceará vão poder avaliar o atendimento

Os usuários dos serviços do Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), em Fortaleza, vão pode avaliar o atendimento recebido a partir desta semana. Isso porque o governo do Ceará, Camilo Santana, instituiu um sistema informatizado para coleta de opinião de usuários sobre atendimento e estrutura do serviço público de saúde, o Programa Diagnóstico Cidadão, inaugurado nesta segunda-feira (17).

O "Diagnóstico Cidadão" disponibiliza aos pacientes e familiares uma pesquisa de satisfação online, que pode ser respondida pelo aplicativo no celular ou computadores (totens digitais interativos) instalados no interior das unidades estaduais.

"Quanto mais pessoas puderem dar sua opinião, como é que foram atendidas pelos médicos, pela equipe da recepção, como estava a limpeza do ambiente, tudo para que o Estado esteja sempre fazendo uma avaliação para melhorar o atendimento à população cearense. E nada melhor do que ouvir a população, nada melhor do que a opinião daqueles que são atendidos, a quem é a nossa obrigação servir", disse Camilo Santana.

Totens instalados

O Hias foi a primeira unidade a contar com totens do "Diagnóstico Cidadão", com três equipamentos digitais. Dentro da unidade, foram escolhidos locais onde se encontra maior fluxo de pessoas - recepção principal, ambulatórios e emergência. Atualmente, o Albert Sabin recebe cerca de 400 atendimentos por dia.

As novas ferramentas também serão utilizadas em outras unidades da Capital e Região Metropolitana de Fortaleza, como Hospital Geral de Fortaleza, Hospital Geral César Cals, Hospital de Messejana, Hospital São José, Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar, Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto, Hospital Geral Waldemar Alcântara, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs - Praia do Futuro e José Walter), Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão e Centro de Especialidades Odontológicas (CEO - Joaquim Távora).

Fonte: G1/CE
Compartilhar no G+